Agora no portal:

Tag Archives: N° 231 : “IMPEACHMENT”

N° 321 : “DO ORKUT AO FACEBOOK”

Ministérios EFRATA – O Bem & o Mal, a Cada Dia
Domingo, 12 de Novembro de 2017
 

Em 2004 surgia o Orkut. A empresa que o lançara era nada menos que a gigante do setor da internet – a Google. O nome da rede social foi uma homenagem ao engenheiro que a idealizou, um turco chamado Orkut Büyükköten. Durou dez anos, apenas, e foi desativada em 2014.  

Em paralelo, surgia o Facebook. Depois de anos de concorrência, o Facebook conseguiu vencer o Orkut no mercado de redes sociais. Hoje, é a maior rede social do mundo e da história. Rapidamente cresceu, e cresceu muito mais do que o Orkut: foi o mais rápido crescimento empresarial da história. Em 2015, tornou-se a primeira empresa a alcançar o nível de mercado de 250 bilhões de dólares; em 2017, alcançou 2 bilhões de usuários no mundo.

Na língua portuguesa, o botão que expressa apreciação por alguma postagem tem sido chamado “curtir” (no inglês, “like”). Esta função começou a ser usada numa outra rede – não no Facebook. Porém, como essa rede foi incorporada, o “like” (“curtir”) passou a ser uma marca distintiva do Face.

Um estudo feito pela Universidade de Cambridge, na Inglaterra, levou os pesquisadores a concluir que basta uma análise um pouco mais científica do que usuários “curtem” no Facebook, para construir um perfil preciso dessa pessoa (mesmo sem que os analistas a conheçam pessoalmente). Idade aproximada, sexo, personalidade e preferências foram revelados com alta precisão pelos pesquisadores sobre o universo de usuários pesquisados, com base exclusivamente na lista de suas “curtidas”.    

Sendo assim, talvez seja oportuna uma palavrinha especial aos usuários de mídias sociais de internet. Há duas coisas importantes para pensar, a partir desta palavrinha. A primeira, já está patenteada pela pesquisa acima, de Cambridge; não se esqueça: você está revelando quem você realmente é, através das suas “curtidas”. Você “curte” os pensamentos e os feitos dos ímpios? Dos que não cultivam o temor de Deus no coração? Muito cuidado, eu te digo, portanto! Há uma grande possibilidade de você estar sendo confundido, por alguém que não te conheça de perto, como ímpio, como alguém que não cultiva temor de Deus no coração.

A Bíblia diz para nos afastarmos de comunhão com quem tem olhar maligno; na figura bíblica, se comermos com eles à mesa, depois da refeição nos sobrarão os vômitos… Se você ler com atenção Provérbios 23 (especialmente versos 6 a 8), e entender o que está escrito, não duvidará disto…

A segunda é: talvez, esteja sendo oportuno o tempo para você rever alguns dos valores que mais preza. Note só: na tentação de Jesus, o diabo até citou corretamente a Palavra de Deus (o que “está escrito”). No entanto, suas motivações foram todas ilegítimas. Algumas pessoas podem estar publicando boas verdades em suas páginas escritas. No entanto, se essas boas verdades estão misturadas ao escárnio, ao palavreado torpe (deixa eu traduzir num Português mais claro: palavrões, e palavras de baixo nível), à ofensa, ao deboche, à deturpação da fé e dos bons costumes da moral bíblica, e você “curte”, é bom pensar se Deus não está oferecendo oportunidade para uma revisão de valores.

Dia desses, uma pessoa até bem culta, aparentemente bem posicionada do ponto de vista familiar, político, educativo, reagiu ao post de um cristão chamando, jocosamente, seu livro sagrado de “gibíblia” (uma mistura desrespeitosa de gibi + Bíblia).

A Bíblia é clara: “Não vos enganeis: as más conversações corrompem os bons costumes” (I Coríntios 15.33, ARA). Diz, ainda: “Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente…” (Romanos 12.2, NVI). E, por que não acrescentar as palavras sábias registradas pelo apóstolo? “Quanto ao mais, irmãos, tudo o que é verdadeiro, tudo o que é honesto, tudo o que é justo, tudo o que é puro, tudo o que é amável, tudo o que é de boa fama, se há alguma virtude, e se há algum louvor, nisso pensai” (Filipenses 4.8, ACF).

Vale a pena refletir, continuamente, nas perguntas de retórica que esse mesmo apóstolo lança – todas com uma única resposta: “Porque, que união pode haver entre a justiça e a iniqüidade? Ou que comunhão entre a luz e as trevas? Ou, que concórdia entre Cristo e Belial? Ou, que sociedade entre o fiel e o infiel? Que consenso pode haver entre o templo de Deus e os ídolos? Porque vós sois o templo do Deus vivo…” (II Coríntios 6.14-16, BCF). 

É verdade que a Bíblia não contém “diga-me com quem andas e eu te direi quem és”! Mas, além do Salmo 1º, contém, por exemplo: “Quem anda com os sábios será sábio, mas o companheiro dos insensatos se tornará mau” (Provérbios 13.20, ARA). A questão é – qual a verdadeira sabedoria, segundo a Bíblia?

Termino com uma mensagem cantada em Português, interpretada pelo antigo grupo "Os Ligados".

O QUE RESPONDERÁS (1973)
Ottis H Skilling (1935-2004)

AudioPlayer online (controle de volume à direita)

Bom Domingo, boa semana,
 Ulisses

Notas das citações bíblicas: 
ACF – Edição bíblica de Almeida, Corrigida e Revisada Fiel, da Sociedade Bíblica Trinitariana
ARA – Edição bíblica de Almeida, Revista e Atualizada, da Sociedade Bíblica do Brasil
ARC – Edição bíblica de Almeida, Revista e Corrigida, da Sociedade Bíblica do Brasil
BCF – Bíblia Católica de Figueiredo, www.bibliacatolica.com.br
NVI – Nova Versão Internacional, da Sociedade Bíblica Internacional

 

 

 

N° 231 : “IMPEACHMENT”

Ministérios EFRATA – O Bem & o Mal, a Cada Dia
Domingo, 06 de Dezembro de 2015
 

Em 1992 foi com o Collor; antes de consumar-se o processo, no Congresso Nacional, renunciou ao mandato. Desta vez é com Dilma. A Lei de número 1079, de 10 de abril de 1950, está sendo evocada no parlamento brasileiro, para fins de apreciar possíveis desvios de conduta administrativa da mandatária nacional. Será a segunda vez, na história da república brasileira. Se o processo de julgamento legislativo for aberto, mas absolver a presidente, segue ela seu governo. Mas, se for considerada culpada de crime de responsabilidade, sofrerá o impeachment.

A palavra inglesa, que significa “impedimento”, firmou-se em nosso jargão depois do escândalo de Watergate (1974), envolvendo o então presidente norte-americano Richard Nixon. Depois dele, outro processo foi o que atingiu Bill Clinton. Tal como lá, aqui representa a impugnação, o impedimento à continuação do mandato. Neste caso, assume o vice. O processo pode ser demorado, caso o acolhimento de denúncia seja referendado. Veremos!…

Não é só no plano político que ‘impeachment’ é aplicável. Há um outro plano em que também se torna, e os alvos são mais numerosos. Note o que diz esta advertência: Venho em breve. Conserva o que tens, para que ninguém tome a tua coroa (Apocalipse 3:11, BCF). O que isto pode significar? Eu te proponho uma cena, para imaginar. Imagine uma fila, à entrada do céu, no último dia desta era, e uma pilha de coroas de glória, já preparada para muitos que se apresentarem diante de Deus. Sim, há promessa sobre isto: “E, quando aparecer o Sumo Pastor, alcançareis a incorruptível coroa de glória” (I Pedro 5.4, ARC). No entanto, chegando sua vez, aquele que lá estará, incumbido de distribuir as coroas de glória, olhe para você, depois olhe para a lista em sua mão, depois olhe de novo para você, e proclame, diante de toda a multidão: IMPEDIDO! Tomem essa coroa que ele julgou poder receber, para entregar a outro, que esteja apto!!!

É claro que parte do que digo é da minha imaginação. Mas, o que aqui é imaginado não desmente o que é verdadeiro e revelado. A Bíblia diz que muita gente com alguma bagagem de religião (muita ou pouca, não importa) vai se encontrar, naquele dia, na presença do Filho de Deus, entronizado para julgar o mundo. E, dentre estes, haverá quem tenha que enfrentar o ‘impeachment’ divino, sendo impedido de adentrar a glória eterna. “Nunca os conheci;  afastem-se de mim, vocês, que praticam o mal” (Mateus 7. 23, NVI). E olha que eram religiosos, na previsão de Jesus.   

"Impedido”! Você quer ouvir isso? Certamente que não. Cuide, enquanto é tempo, de garantir sua aprovação no julgamento de entrada do céu. A pior coisa que pode acontecer a alguém é o impeachment celeste. É irremediável. Não tem aquele jeitinho de renunciar direitos, temporariamente, para reconquista-los depois. Lá não será assim. Se alguém chegar à porta do céu, e receber o impeachment do Senhor dos senhores, fica ‘inelegível’ para sempre. Caminho sem volta… É preciso, aqui e agora, tomar parte no pacto eterno do Filho de Deus; do contrário, sem chance!

Ah! E para quem já se sente seguro de que de modo algum vai enfrentar o impeachment à porta dos lugares celestiais, lembre-se da palavra dita aos cristãos de Filadélfia, na Ásia Menor, já mencionada: “Guarda o que tens, para que ninguém tome a tua coroa”!  Pare de se enganar, com fachada de cristão, porque a Deus ninguém engana.

Ouça com atenção a mensagem cantada de hoje.

O QUE RESPONDERÁS (1973)
Ottis H Skilling (1935-2004)

AudioPlayer online (controle de volume à direita)

Bom Domingo, boa semana,
 Ulisses

Notas das citações bíblicas: 
ACF – Edição bíblica de Almeida, Corrigida e Revisada Fiel, da Sociedade Bíblica Trinitariana
ARA – Edição bíblica de Almeida, Revista e Atualizada, da Sociedade Bíblica do Brasil
ARC – Edição bíblica de Almeida, Revista e Corrigida, da Sociedade Bíblica do Brasil
BCF – Bíblia Católica de Figueiredo, www.bibliacatolica.com.br
NVI – Nova Versão Internacional, da Sociedade Bíblica Internacional