Agora no portal:

Projeto Missão à Escola


  Missão

  • Habilitar pastores e líderes eclesiásticos, com vistas ao treinamento dos segmentos da infância, adolescência e juventude em suas igrejas para o desempenho do testemunho cristão no ambiente escolar, suprindo-lhes conteúdo e material de apoio pertinente a esse fim.

    Visão

     

    Nossa visão é bíblico-cristã, que propugna pela existência do Deus transcendente e imanente que é testemunhado por via da Natureza e da consciência humana, e revelado de modo especial e proposicional na Escritura bíblica, onde Ele mesmo aponta aos homens a causa, a história e a finalidade da Sua Criação – em especial, o próprio homem.

    Fundamentos de Fé

    1. Cremos na [auto]existência de Deus, ser supremo, único, triúno, todo-poderoso, ingênito,  infinito e eterno em termos absolutos e perfeitos, transcendente ao universo e a todos os seres nele existentes, conquanto distinto da natureza, e também imanente, conquanto relacional com a própria natureza.
       
    2. Cremos igualmente que o conhecimento genuíno de Deus e de tudo que a Ele diz respeito depende primordialmente de fé (conforme Hebreus 11.6), mas em hipótese alguma essa fé exclui a compreensão e a racionalidade humana, uma vez que a relação de devoção que Deus espera do homem, assim como a comunicação bíblica de Sua revelação, são, também, lógicas e racionais (Romanos 12.1,2). Destarte, a submissão de todas as faculdades humanas – vontade, emoção e razão – a Deus é a única alternativa válida, mediante a Escritura Sagrada, para evitar que o homem se torne “nulo em seus próprios raciocínios, obscurecendo-se-lhes o coração insensato” (Romanos 1.21).
       
    3. Cremos que todo o universo, em especial a terra, e toda forma viva, em especial o homem, foram criados por Deus (Isaias 66.1,2). Cremos que essa obra da Criação por Deus efetuada tem, nas páginas da Escritura bíblica (o “Manual do Criador”), um relato fidedigno e suficiente para nosso conhecimento da obra de Deus, e do seu propósito. Não obstante, cremos que toda investigação científica é válida, conquanto busque, direta ou indiretamente, “levar cativo todo pensamento à obediência de Cristo” (II Coríntios 10.5), e glorificar a Deus como Deus criador, provedor e redentor de Sua magnífica obra (Romanos 1.21).
       
    4. Cremos na finitude do homem e do próprio Universo que Ele criou, porquanto a infinitude,  em sua natureza absoluta, é um atributo exclusivo de Deus (I Rs 8.27).
       
    5. Cremos que as leis físicas que regem toda a Natureza são uma expressão eloquente da Providência divina, segundo a qual ele “sustenta todas as coisas” a partir do comando e pela “palavra do seu poder”, o qual Deus exerce por meio de Jesus Cristo, o Filho, conforme Hebreus 1.3.
       
    6. Cremos que a obra divina da Criação foi concluída em seis dias, tal como diz-nos o Gênesis, porque Deus é todo-poderoso (“Deus é Deus !”) e foi consumada sem que o mal ainda houvesse nela sido manifesto.
       
    7. Cremos que, tal como relatado no terceiro capítulo de Gênesis, a intervenção diabólica acarretou a introdução do mal na história da Criação; com ela, ocorreu a entrada do pecado, ocasionada pela Queda de Adão e Eva. Com isto, toda a humanidade – e a própria Criação, juntamente com ele – passou a estar inteiramente dependente da obra redentiva que Deus proporcionou em Jesus Cristo, para fins de livramento da condenação eterna do Juízo final, que está porvir (Romanos 3.10-18; 5.12).
       
    8. Cremos que Jesus Cristo é Deus em sua essência e existência eterna, a quem chamamos de subsistência divina (“hipóstase”), mas que assumiu a natureza humana, com o fim de cumprir a parte mais importante – indispensável mesmo- do plano de resgate e redenção do homem caído, conforme o cumprimento do desígnio divino.
       
    9. Cremos que, assim como fez Jesus, e fizeram os apóstolos, bem como os seus sucessores, dos apóstolos, assumir e tornar público o testemunho do propósito de Deus para o homem e o Universo começa com o próprio testemunho da obra Criação, passa pelo testemunho da obra da Providência e culmina com o testemunho da obra da Redenção e da Nova Criação vindoura. Outrossim, cremos,  como nos ensina profeticamente o apóstolo Pedro, que a mensagem desse testemunho é contrário à tendência secular dos dias em que vivemos, nos quais o desdém pela segunda vinda de Cristo tem paralelo na deliberada oposição à mensagem do Dilúvio (II Pedro 3.1- 7).
       
    10. Cremos que é dever de todo cristão sincero empenhar-se para com esse testemunho, a fim de que homens que desconhecem a verdade revelada por Deus, tanto na via da Criação, quanto na via da Providência, seja universalmente conhecida, cumprindo o propósito redentivo. Assim, no ambiente onde a investigação das ciências (naturais, humanas, exatas, sociais, etc) é procedida como vocação, que é a escola, compete aos estudantes cristãos oferecer-se para um testemunho missiológico em favor da “razão de sua fé” (I Pedro 3.15). 

     

    Premissa

    Toda igreja cristã-evangélica pressupõe a existência, em seu corpo de membros, de cinco faixas etárias típicas; dessas cinco, três estão, via de regra, envolvidas na atividade estudantil que lhes é própria : a INFÂNCIA (nível Fundamental), a ADOLESCÊNCIA (nível Médio) e a MOCIDADE (nível Superior). Em cada um desses níveis educacionais, a ostensiva exposição à cosmovisão evolucionista, cosmovisão essa que é, em seu molde típico, ateísta, senão deísta ou agnóstica é o molde peculiar pelo qual todas as ciências são modeladas. No entanto, em cada dessas faixas etárias (ou níveis educacionais), a confrontação de cosmovisões constitui, também, oportunidades especiais para a sustentação de um testemunho cristão, próprio para cada contexto. 

    Não raro, nossos filhos e alunos de escola bíblica nos levantam indagações concernentes à confrontação do ensino que recebem, em nome da “Ciência”. Mais do que equipá-los para responder a essas confrontações (I Pedro 3.15), é extremamente importante equipá-los também para sustentar o testemunho da verdade que recebemos (Judas 3), no intuito de procurar trazer cativo todo pensamento, isto é, toda ciência, à obediência de Cristo, o Criador (II Coríntios 10.5). Entrar nas escolas, para quem não pertence a quaisquer de seus quadros, é mais difícil, do que usar aqueles que nela já estão por direito pessoal.

     O PME (“Projeto Missão à Escola”) propicia, através dos pastores e líderes cristãos da igreja local, meios para que estudantes cristãos, de todas as faixas etárias, efetuem a missão cristã na escola.

    Objetivos

    Oferecer o programa “Facilitador do PME – Projeto ‘Missão-Escola”, direcionado a pastores e líderes cristãos, com o fim de habilita-los a treinar os estudantes de sua igreja para a “missão na escola”. O programa facilitador estará disponível em regime de EaD (Educação à Distância).  

    Oferecer aos pastores e líderes habilitados como “Facilitador do PME” o material didático para consecução do treinamento na igreja local.

    Proporcionar publicações de suporte, através da “Efrata Publicações & Distribuição” 

     

    • Desenvolver e disponibilizar redes virtuais cristãs de interação docente, denominadas RENACID (“CA”, “CB”, “CE”, “CN”) :

    Rede Nacional Cristã de Interação Docente – Ciências Antropológicas Rede Nacional Cristã de Interação Docente – Ciências Biológicas Rede Nacional Cristã de Interação Docente – Ciências Exatas Rede Nacional Cristã de Interação Docente – Ciências Naturais

     

     5. Manter um corpo qualificado de conselheiros e consultores, com visão e mentalidade de missão cristã, para atuar nos RENACID’s. 

     

    Contato

     

    Web : www.projeto-pme.info   :::   Fone : (31) 3051.5284 

    Emails : pme@projeto-pme.info  + pme@efrata.net.br

Leave a Reply